FATEC, UFSM e PETROBRAS assinarão Termo de Cooperação para pesquisar o petróleo da camada do pré-sal

sexta, 24 de outubro de 2014.

Nos últimos tempos tem se ouvido falar muito no petróleo da camada do Pré-Sal, mas afinal, o que ele é, para que serve, onde está localizado e o que tais descobertas vão mudar a vida das pessoas? Em resposta a esta e a tantas outras indagações, há projetos que estão sendo desenvolvidos na UFSM em parceria com a PETROBRAS, sob o gerenciamento da FATEC, que pretendem estudar o petróleo obtido da camada pré-sal. Em um destes projetos, desenvolvidos no Centro de Estudos em Petróleo (CEPETRO) do Departamento de Química/CCNE, os pesquisadores da UFSM - Edson Muller, Fabio Duarte, Paola Mello, Cezar Bizzi, Juliano Barin, Claudia Barin, Valderi Dressler, José Neri Paniz e Érico Flores, juntamente com os alunos de graduação e pós-graduação, estudarão as espécies salinas e ácidas presentes no petróleo do pré-sal. O Coordenador do projeto “Desenvolvimento de Métodos Analíticos para a Determinação de Ácidos Orgânicos e de Cloretos no Petróleo”, prof. Edson Müller, explica que o petróleo da camada pré-sal apresenta características distintas quando comparado com o petróleo obtido nas demais reservas antes da descoberta desta nova reserva. Além disso, o petróleo do pré-sal é mais leve (menor densidade) o que permitirá à PETROBRAS a obtenção de um maior rendimento nos derivados mais leves (gasolina e óleo diesel) que são obtidos durante o refino do petróleo. Contudo, o professor alerta que o petróleo do pré-sal pode conter algumas espécies salinas e compostos ácidos que podem promover a corrosão das tubulações metálicas utilizadas na exploração e refino do petróleo. Neste sentido, o Termo de Cooperação que está sendo firmado entre a UFSM e a PETROBRAS é da ordem de R$ 3,3 milhões, sendo que mais de 70% destes recursos serão destinados à aquisição de instrumentação analítica de última geração, para a caracterização destas espécies salinas e ácidas presentes no petróleo. Dentre os equipamentos que serão adquiridos, destaca-se um microscópio eletrônico de varredura de alta resolução. O projeto também conta com a colaboração e coordenação dos pesquisadores do Centro de Pesquisas da PETROBRAS (CENPES), dentre os quais se destacam a Dra. Regina Célia Lourenço Guimarães e o Dr. Alexandre Gomes. O professor Edson finaliza afirmando que a assinatura deste novo Termo de Cooperação com a FATEC é fruto de uma pareceria de mais de 10 anos entre o grupo de pesquisa do LAQIA/DQ/CCNE e o Centro de Pesquisas da PETROBRAS.

Kelly Martini
Assessora de Imprensa - MTB 137.25