Projeto 'PROIPE' - Projeto do Centro de Educação da UFSM visa estreitar os laços de comprometimento entre escola e comunidade.

segunda, 09 de abril de 2018.

Fala do coordenador Valdo Barcelos e Marcos Rolim na abertura II Seminário Internacional de Educação e Intercultura na cidade de Três de Maio - RS.

O projeto “Programa de Inovação Pedagógica junto aos professores da Rede Básica: Desenvolvendo ações para a construção da Educação Integral – PROIPE” é coordenado pelo professor Dr. Valdo Hermes de Lima Barcellos (coordenador geral), em pesquisa que beneficia toda comunidade escolar do Estado, entre estes, docentes e discentes, com o objetivo de:  
1.Construir um espaço de aprendizagem junto aos professores da rede básica (ensino fundamental) municipal e estadual, trazendo possibilidades de inovação pedagógica;
2.Compartilhar um quadro de saberes teórico-práticos que ampliem a compreensão dos professores sobre a integralidade do processo educativo;
3.Problematizar sobre a integralidade do processo educativo;
4.Problematizar a ação pedagógica, promovendo a inovação a partir da perspectiva da interdisciplinaridade, transversalidade e participação da comunidade escolar;
5.Gerar um espaço de pesquisa sobre o processo metodológico utilizado, visando contribuir no seu aprimoramento, buscando constituir-se como referência na formação continuada de docentes da rede básica
6.Estimular a inovação pedagógica no ambiente escolar, por meio da reflexão das práticas pedagógicas e do cotidiano escolar;
7.Proporcionar uma formação de caráter interdisciplinar, que possibilite trabalhar adequadamente os temas transversais;
8.Promover uma rede de comunicação intra-escolar e da escola com a comunidade, visando a implantação de projetos pedagógicos comprometidos com o seu contexto social e cultural;
9.Refletir sobre referenciais teórico-metodológicos que apóiem os processos de inovação pedagógica dentro da respectiva da educação integral;
10.Oferecer subsídios para que os(as) professores(as) possam elaborar projetos de ação com base na construção coletiva, buscando transformar o contexto escolar;
11.Propiciar a construção teórico-metodológica para a realização de ações de educação para as relações étnico-raciais no contexto escolar, atendendo às exigências das leis federais nº 10.639/03 e nº 11.645/08, enfatizando a pluralidade cultural como princípio orientador da ação pedagógica;
12.Capacitar os docentes para inserir a educação sócio-ambiental em suas práticas pedagógicas, adotando-se um enfoque interdisciplinar;
13.Promover espaços formativos voltados à arte-educação com possibilidade de integrar atividades pedagógicas;
14.Estimular os docentes envolvidos a sistematizar suas ações, produzindo artigos, apresentando trabalhos em eventos e participando de publicações coordenadas pelo programa;

O coordenador geral Valdo Barcelos  e coordenador executivo Vilson Santos.

O professor Valdo justifica o projeto como um programa PROIPE caracterizado por uma ação de formação continuada de professores da rede básica de ensino, desenvolvida em parceria entre a UFSM e a Unipampa, que juntas buscam estimular a geração de inovações pedagógicas. Essa ação continuada alterna momentos de problematização, de construção de inovações e de acompanhamento de projetos inovadores. Tem como grupo de pessoas envolvidas acima citado, os (as) professores (as) das redes de educação básica municipais, estaduais ou particulares das diferentes regiões do Estado do Rio Grande do Sul, vinculados às instituições que estabelecerem convênio com a UFSM, e a cidade de Três de Maio – RS que é a cidade coordenadora geral dos municípios, compreendendo desde a Educação infantil até a nona (9ª) série do ensino fundamental. O coordenador Valdo explica que projeto intenciona aproximar a comunidade da escola, estreitando os laços de engajamento nas atividades escolares conscientizando sobre estas ações serem cada vez mais conjuntas.

A ação extensionista se sustenta na interação permanente da Universidade com as instituições da rede pública possibilitando a troca de experiências e a estruturação de espaços de aprendizagem permanentes. Desta forma, projeta-se a possibilidade da UFSM compartilhar o saber disponível o contexto da rede básica e, ao mesmo tempo, enriquecer e apreender os desafios vivenciados no contexto escolar, enriquecendo as atividades de ensino, estimulando a pesquisa e revigorando o agir extensionista. O professor Valdo ressalta a participação e o auxílio do professor Dr. Vilson Flores dos Santos (coordenador executivo) do projeto.
 
Kelly Martini – MTb 137.25
Assessora de Imprensa da FATEC