Curso de Medicina da UFSM recebe incentivo da FATEC na manutenção de projeto de vivência em saúde

quarta, 22 de abril de 2015.

Com a transformação curricular no Curso de Medicina da Universidade Federal de Santa Maria, assim como em outras instituições de ensino superior, que ocorreu em 2004, o curso passou a incluir a disciplina de Atenção Primária à Saúde, oferecida entre os 11º e 12º semestres, próximo a formatura do curso, que tem um projeto de extensão, ligado a FATEC, para a sua operacionalização que amplia a capacitação de seus graduandos e que traz um benefício enorme à comunidade.

A disciplina está incluída na grade curricular nos cursos de Medicina e se desenvolve em municípios da região Centro-oeste do RS, e, neste caso a UFSM possui convênio com a FATEC, desenvolvendo este projeto em extensão continuada, com a participação e o apoio dos municípios pertencentes a região que se refere e que, formalizaram um convênio com a UFSM.

Com o auxílio de um salário mínimo e meio, o estudante durante a graduação, em período que desenvolve a atividade, em regra por dois meses, recebe a bolsa para contribuir com as despesas de alimentação, deslocamento e outros. A vivência que os alunos irão desenvolver serão nas Unidades Básicas de Saúde nos municípios da região centro-oeste, e que estão relacionados ao benefício. As cidades em questão em que os graduandos estão distribuídos são: Agudo com três bolsistas, Formigueiro com três, Uruguaiana com dois, Alegrete com dois e a cidade de Cerro Largo com um bolsista.

O coordenador do projeto, o professor, Gilmor Farenzena, médico pediatra, mestre em Saúde Coletiva e doutorando em Educação e Ciências da Saúde, conta um pouco da atuação dos futuros médicos, e enfatiza que o internato dos alunos é supervisionado por professores responsáveis e que, como em toda instituição de ensino possui suas regras e obrigações, que  ficam a cargo do município e da universidade que financiam o projeto e que os estudantes podem escolher as cidades onde vão atuar, dentro das necessidades de oferta e demanda de vagas que cada cidade exige e oferece.

O professor Gilmor fala da experiência de oito anos do projeto que está em execução na UFSM com o objetivo de promover a saúde, a prevenção e o diagnóstico de doenças, um estreitamento dos laços entre médico e paciente, que traz um benefício muito grande à expectativa de melhora da doença. O professor Gilmor esclarece que a experiência trazida da UFMG, está há 31 anos em pleno funcionamento, oportunizando tamanha ampliação do olhar sobre a promoção da saúde como maior qualidade, um exercício pleno do profissional. Segundo ele, a importância da vivência é única. Talvez seja a primeira vez que os alunos estejam saindo de casa, uma oportunidade fora do HUSM – Hospital Universitário de Santa Maria, onde estão imersos, onde atuam, realidade completamente diferente do que já tiveram, a Unidade Básica de Saúde, nos municípios, confronta o médico com a realidade que o aguarda, amplia as experiências, com a troca entre os vários profissionais, estudantes, médicos, funcionários e a comunidade, onde está inserido. Os estudantes ganham em objetividade, segurança e tranquilidade, na forma de tratar a dor, a vida, as dificuldades, pondera o professor. Dessa forma, os alunos passam a atender sob a supervisão de médicos, que permanentemente monitoram suas ações, e no final, fornecem pareceres sobre a atuação como futuros profissionais.

O professor Gilmor comenta que a experiência de internato dos alunos, resultou em estudos, com a temática, uma publicação na Revista Brasileira de Educação Médica – ABEM, uma pesquisa sobre a atividade dos estudantes, e que a edição sai ainda em 2015. A tese de doutorado do professor Gilmor Farenzena, tem como tema o “Impacto na Aquisição de Competências, Habilidades e Atividades dos Internos do Curso de Medicina da Universidade Federal de Santa Maria”.

Um referencial que certamente contribuirá para ampliação das práticas médicas, na prevenção e diagnóstico de doenças no futuro.

Kelly Martini
MTb 137.25                                        
Assessora de Imprensa da FATEC