Curso de CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes FATEC 2016 - II

terça, 02 de fevereiro de 2016.

O segundo dia – terça-feira – 02 de fevereiro de 2016 

Técnico em Segurança do Trabalho Ederson Veiga UNIMED

As fases da higiene do trabalho

1. Prevenção ou antecipação dos riscos – através de normas, instruções e procedimentos para reduzir ou eliminar os riscos.

- projetos de modificação e ou novas instalações,

- aquisição de novos equipamentos ou materiais,

- plano de manutenção preditiva e preventiva,

 

2. Reconhecimento dos riscos

Reconhecimento dos agentes ambientais com potencial de afetar a saúde dos trabalhadores.

- determinação dos riscos existentes,

- determinação das fontes geradoras de riscos,

- identificação das funções e o número de funcionários expostos,

- características das atividades desenvolvidas,

- medidas de controle existentes e sua eficácia,

3. Avaliação de riscos 

QUALITATIVO (graduação dos riscos)

QUANTITATIVO (medição da concentração ou intensidade do agente de risco)

PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

NR 09 –  visa antecipar, reconhecer, avaliar e controlar a ocorrência de riscos ambientais existentes que venham a prejudicar o ambiente de trabalho.

PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional

NR 07 – com o objetivo de promoção e preservação da saúde do conjunto dos seus trabalhadores.  

4. Controle de riscos

Relativa ao ambiente (aplicada na fonte ou na trajetória)

Relativa ao homem (limitação ao tempo de exposição, equipamento de proteção individual, educação e treinamento exames médicos)

Limites de tolerância NR 15 (normas reguladoras) concentração ou intensidade máxima ou mínima, relacionada com a natureza e o tempo de exposição ao agente, que não causará danos à saúde do trabalhador durante sua vida laboral.

Riscos Ambientais

Agentes físicos – verde

Agentes químicos – vermelho

Agentes biológicos – marrom

Agente ergonômicos – amarelo

Agentes mecânicos ou de acidentes – azul

Mapa de riscos ambientais 

Reúne as informações par estabelecer medidas de segurança e saúde do trabalho na empresa. Possibilita durante sua elaboração a troca, a divulgação de informações entre os trabalhadores, assim como a participação deles nas atividades de prevenção.

Os riscos podem ser pequenos, médios ou grandes, dependendo da intensidade e tamanho em relação aos trabalhadores afetados e seu local de trabalho.

Kelly Martini

MTb 137.25

Assessoria de Imprensa da FATEC