Pesquisa de Análise de Paralelismo com técnica DROOP busca flexibilizar e aperfeiçoar o uso de UPS’s.

segunda, 06 de agosto de 2018.

carimbo
Técnicos visitantes da empresa Legrand entre o professor Dr. Humberto Pinheiro da GEPOC - UFSM.

O projeto “Estudo e Análise de Paralelismo usando técnica DROOP com e sem comunicação para UPS sem transformador” é coordenado pelo professor Dr. engenheiro eletricista Fábio Ecke Bisogno que desenvolve o projeto junto a equipe de professores (José Renes Pinheiro, Humberto Pinheiro, Mário Eduardo Santos Martins, Vinícios Foletto Montagner e Frederico Menine Shaf) todos membros do Grupo de Eletrônica de Potência e Controle – GEPOC – CT – UFSM.

Como justificativa do projeto o coordenador Fábio explica que atualmente para cargas críticas como os sistemas integrados a banco de dados, centrais de segurança, centrais de segurança de processamento de dados de comunicação, hospitais entre outros, tem gerado uma demanda crescente por fontes de energia ininterruptas. Isto se deve ao fato de se garantir o funcionamento destes sistemas mesmo na ausência da energia fornecida pela concessionária durante curtos intervalos, ou mesmo devido a surtos, afundamentos e outros distúrbios comuns aos sistemas elétricos de distribuição. Com isto, ocorre o aumento da confiabilidade dos sistemas supracitados que se dá com a utilização de fontes ininterruptas de energia UPS. Os sistemas UPS fornecem proteção contra diversos tipos de falhas da rede elétrica e também são capazes de filtrar uma gama de perturbações encontradas no fornecimento de energia, que podem alimentar cargas mais sensíveis com uma energia elétrica de qualidade.

O técnico da Legrand e os professores: Dr. Humberto Pinheiro e o professor Dr. Fábio Ecke Bisogno coordenador do projeto.

Neste momento soluções modulares em paralelo vêm despertando o interesse da indústria e comunidade acadêmica, devido às seguintes vantagens, se comparada a sistemas convencionais: maior confiabilidade, possibilidade de redundância e modularidade. Além disso, possibilitam a expansão de sua capacidade de forma simples, podendo reduzir o custo e facilitando a manutenção, explica o professor Fábio. Comentada a parte técnica o professor Fábio complementa que o projeto conta com a parceria do Grupo francês Legrand com sede em Diadema – SP, e que através de demandas próprias solicitou investigação a respeito das unidades de UPS – paralelismo que permite potência flexibilizada adequada à necessidade e ao uso.

O professor esclarece que no projeto é utilizado o conhecimento das equipes de Eletrônica de Potência; Controle de Processo; Supervisório e Comunicação. Segundo o professor Fábio há uma boa interação entre os envolvidos: universidade, pesquisadores, alunos e empresa, contando com a participação de engenheiros do Grupo francês Legrand, gerentes da Turquia, da Inglaterra e da Itália, um interessante compartilhamento de informações e conhecimento que integra e multiplica os saberes o que é “Fundamental alicerce de construção de conhecimento para que os alunos que ainda na universidade tenham contato com a realidade e as demandas de mercado”, salienta o professor. O pesquisador enfatiza também a preocupação dos professores com a formação dos alunos, que estes estejam preparados, sabendo lidar com as mais variadas dificuldades que enfrentarão lá fora, explica que esta é uma preocupação constante do pesquisador. Dentro do projeto estão inclusos alunos de graduação, mestrado e doutorado aplicados às práticas e a permanente busca de soluções. O coordenador Fábio comenta a importância da FATEC considerando o suporte na gestão e no desenvolvimento, o que é fundamental para a viabilidade de realização de todas as fases e processos do projeto.

Kelly Martini – MTb 137.25
Assessora de Imprensa da FATEC