Projeto Santa Maria Design House - SMDH recebe apoio financeiro do MCTIC para divulgação dos Microcontroladores nacionais ZR16S08 e ZR16LP08

quarta, 21 de novembro de 2018.

Projeto Santa Maria Design House - SMDH recebe apoio financeiro do MCTIC
para divulgação dos Microcontroladores nacionais ZR16S08 e ZR16LP08

Foto 1 - dimensão do chip 0,1 x 0,1cm - Foto 2 - chip dentro do suporte - Foto 3 - chip solto comparado ao conjunto de componentes.

O projeto “Redutor de Energia em Standby Imply - RESBI” coordenado pelo engenheiro eletricista, professor Dr. João Baptista dos Santos Martins, do Grupo de Microeletrônica da UFSM – CT, que tem como objetivo de desenvolver um  chip  microcontrolador ZR16LP08 - equipamentos eletrônicos com capacidade de operação em stand by (modo espera) com baixo consumo de energia. Este projeto é oriundo de um primeiro chip microcontrolador ZR16S08 uma demanda de outra empresa de Porto Alegre. O ZR16LP08 possui reconhecimento pelo Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações - MCTIC por ser o segundo chip microcontrolador 100% nacional, já que é oriundo do ZR16LP08, de 2014.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC decidiu apoiar com recursos financeiros a promover ampla divulgação dos Microcontroladores ZR16S08 e ZR16LP08. E resolveu fazer isto pela importância que representa para o Brasil ter um microcontrolador reconhecido nacionalmente através de portaria do MCTIC. O aporte de recursos tem por objetivo a criação de placas de desenvolvimento para serem distribuídas gratuitamente nas Escolas Técnicas, Universidades e Institutos de Pesquisas que hoje usam microcontroladores importados. Com isto, mostra-se a capacidade nacional na produção da microeletrônica de qualidade, e que será uma “semente” nesta área tão importante do conhecimento.

O Microcontrolador é um conjunto de circuitos integrados, miniaturizados em uma pastilha de silício, com capacidade de programação e aplicabilidade variada. Exemplo, disso, controle de iluminação, acesso, sensor de temperatura, Internet das Coisas, dentre muitas. Estes dois chips foram desenvolvidos pela Santa Maria Design House - SMDH ligada ao GMICRO - UFSM e FATEC.

 

O ZR16S08 é um microcontrolador de 8 bits, com circuitos integrados formados por memórias de programação e dados, circuitos reguladores de tensões, conversores analógicos - digitais, oscilador, dentre outros. Já o ZR16LP08, também é um microcontrolador de 8 bits originado do ZR16S08, mas com característica técnica de baixo consumo de energia no modo repouso, aconteceu devido a um projeto denominado – Redutor de Energia no Modo Stand By Imply - RESBI atendendo a uma demanda da Empresa Imply Tecnologia LTDA com participação financeira importante da FINEP através da Rede SIBRATEC de Microeletrônica. O professor João Baptista Martins, coordenador do projeto, explica que o desenvolvimento deste segundo chip atende uma demanda importante da empresa acima citada, pois ela estava desenvolvendo um produto que no seu interior necessitava de um chip capaz de reduzir o consumo de energia de equipamentos eletro-eletrônicos no modo espera ou repouso. Todo equipamento no modo espera, possui consumo de energia. O ZR16LP08 foi customizado para atender esta expectativa, possui grande flexibilidade em função de sua capacidade de programação, o que aumenta as aplicações, com a vantagem de agregar os benefícios de ser uma tecnologia 100% nacional.

O coordenador João Baptista esclarece ainda, que existe uma estimativa que cada residência ou escritório tenha um gasto de 5% de energia elétrica dos equipamentos no modo espera. O RESBI reduz e controla o consumo dos equipamentos elétricos, através da interrupção completa do fluxo de energia quando estes estiverem no modo repouso, sem perder a capacidade de acioná-los remotamente.  O produto RESBI desenvolvido pela Empresa Imply que contêm o microcontrolador ZR16LP08, se apresenta como um plug que é conectado a rede elétrica, onde existe uma tomada conectada ao equipamento elétrico. 

Com a utilização do RESBI há estimativa de redução de 208 MWH de consumo de energia anual, baseada na instalação de cinco milhões de unidades de produtos ligados a um equipamento que consome 50 Watts em modo standby (repouso) e que esteja sendo utilizado por 20 horas diárias, ou seja, uma economia de 41,5 Watts/hora por unidade. O chip na forma do silício mede cerca de 0,1 cm x 0,1 cm e quando encapsulado 0,4 cm x 0,9 cm, chegando ser menor que uma moeda de cinco centavos de reais.

Para o professor João Baptista a participação da FATEC no projeto do RESBI se deu pela atuação direta na gestão financeira do projeto, o que contribuiu para a efetivação do mesmo.

Kelly Martini – MTb 137.25
Assessora de Imprensa da FATEC