I Seminário de Atenção Multidisciplinar tem foco multiprofissional e intercâmbio de conhecimentos entre os profissionais

sexta, 04 de janeiro de 2019.

 

I Seminário de Atenção Multidisciplinar tem foco multiprofissional e intercâmbio de conhecimentos entre os profissionais

 

O projeto do “I Seminário de Atenção Multidisciplinar a Saúde do Neonato, Criança, Adolescente e Família”, foi coordenado pela professora enfermeira Dra. Eliane Tatsh Neves, e ocorreu entre os dias 28 a 30 de novembro de 2018, no prédio 22, no Auditório Gulerpe no HUSM – UFSM.

A coordenadora Eliane explica que o I Seminário teve como objetivos:

1. A promoção de um espaço para a reflexão;

2. A discussão e o intercâmbio de conhecimentos técnico-científicos entre pesquisadores, profissionais e estudantes das ciências da saúde, ciências sociais e humanas e áreas afins;

3. A discussão e a elaboração de proposições que tenham implicação na qualificação dos processos de cuidado em prol da atenção integral;

4. A promoção do encontro entre profissionais e estudantes de diferentes áreas do conhecimento, o compartilhar de saberes e práticas;

5. O repensar de práticas profissionais, vislumbrando novas perspectivas de trabalho e pesquisa que visem a qualificação do cuidado;

6. A reflexão sobre o espaço do neonato, da criança e do adolescente nas agendas de formulação de políticas públicas;

7. O estabelecimento de espaços para a qualificação dos estudantes, profissionais, docentes e pesquisadores;

8. A criação e o estimulo ao intercâmbio acadêmico entre estudantes de graduação e de pós-graduação;

9. Fomentar o intercâmbio com pesquisadores nacionais e internacionais com vistas à formação técnico-científica e desenvolvimento de investigações e produção de conhecimento em redes colaborativas.
 

Apresentação da Mesa

O projeto se justifica devido à percepção de que nas últimas décadas vem ocorrendo uma transição epidemiológica importante na população como um todo, e em especial, em relação à infância, perpassando pela saúde do neonato e repercutindo na saúde do adolescente e da família. Nesta transição ocorreu uma drástica redução da taxa de mortalidade, também, em mudanças nas causas de mortalidade e morbidade infantil, destacando o aumento da cronicidade na infância e da adolescência. É diante deste cenário, que se faz necessária a atenção multiprofissional a esse grupo populacional e suas famílias. Segundo a coordenadora professora Eliane as demandas de cuidados são de natureza complexa, multifacetada e, ao mesmo tempo, singular, exigindo, portanto, vários olhares de diferentes profissionais da saúde e outras áreas afins.

Equipe da professora Eliane Tatsh

Com base nestas considerações iniciais, a primeira edição, do I Seminário de Atenção Multiprofissional a Saúde do Neonato, Criança, Adolescente e Família” teve como justificativa uma estratégia importante de integração entre as diferentes áreas do conhecimento que atuam junto aos neonatos, crianças e adolescentes, preenchendo uma lacuna em relação a eventos com esta temática na região sul do Brasil. A professora Eliane ressalta que o intuito do projeto foi abarcar a problemática da saúde destes grupos no contexto social brasileiro em uma perspectiva multiprofissional nos diferentes cenários de cuidado. E também, promover a integração ensino, serviço, promoção e socialização do conhecimento com vistas ao aprimoramento profissional e institucional, e que o diferencial do projeto está na abordagem multidisciplinar. O projeto conta com a participação de estudantes de graduação, residência, mestrado e doutorado, oriundos dos grupos PEFAS – Grupo de Pesquisa Cuidado à Saúde das Pessoas, Famílias e Sociedade, do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Geografia da Saúde e da Residência Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde.
A professora Eliane comenta que a parceria da FATEC no desenvolvimento do projeto é de ser uma importante aliada para captação de recursos que possibilitam a exequibilidade da proposta.

Kelly Martini – MTb 137.25
Assessora de Imprensa da FATEC