Segundo Dia - 3ª SIPAT - FATEC

quarta, 18 de outubro de 2017.

Frank Leonardo Casado
Técnico Administrativo
Educacional PROGRAD

A primeira palestra da manhã contou com as explanações do técnico em assuntos educacionais da Pró Reitoria de Graduação - PROGRAD -  UFSM, Frank Leonardo Casado que apresentou a palestra sobre “Empreendedorismo no Trabalho”. Segundo as explicações, em tempos de crise, o empreendedorismo é uma arte de fazer acontecer com motivação e criatividade, é aproveitar ao máximo as potencialidades dos colaboradores de forma que todos se sintam importantes fazendo parte de um todo que é a empresa ou instituição.

Com isso, é necessário saber trabalhar os diferentes valores e padrões familiares, morais, espirituais e sociais, que estão contidos nas diversas personalidades que advém das gerações dos profissionais, a mão de obra de trabalho destas empresas e instituições. São diversas as idades e gerações que realizam suas trocas de experiências, com maior ou menor grau de dificuldade de interação e produção. Mas que ao final deve trazer motivação e realização entre os colaboradores, e certamente, isso tudo gerará um ambiente de trabalho com maior satisfação e resultados interessantes.

O técnico salientou que somos todos nós somos fruto de uma educação que mata a criatividade e o empreendedorismo, estamos permanentemente “dentro da caixa”, pensando e realizando atividades sem fazer perguntas, sem contestar as alternativas executando ações sucessivas através de pensamento linear em escala e aquele que pensa diferente ou tem um comportamento diferente é tido como anormal. As empresas e o mercado necessitam de profissionais qualificados que estejam preparados para os mais diversos desafios. E isso tudo precisa ser recompensador ao profissional, que ainda lida com seus anseios inquietações intimas que despertam a missão interior em algum momento. Um pensar filosófico sobre a vida, a carreira, e o mundo como um todo.

Professor Flavi Lisboa
Ferreira Filho - Poscom

A segunda palestra do dia trouxe como tema “Comunicação no Trabalho” com o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, da PósCom, Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da UFSM. O professor trouxe alguns exemplos para mostrar como são os ambientes e as relações sociais no trabalho, como estas acabam adoecendo e trazendo muito sofrimento às pessoas, quando são afetadas pelo preconceito de raça, gênero, geração, orientação sexual. Ele enfatiza que o assédio moral, sexual e psicológico traz grande abalo na vida das pessoas inclusive levando ao surgimento de doenças psíquicas, a depressão e ao sofrimento permanente, impossibilitando este profissional de ter e ser pleno em suas atividades laborais. Fazer farra e piada com a condição do colega, não tem graça, para quem sofre é um tormento interminável. Esta é também uma forma de violência.

Segundo o palestrante as pessoas não se colocam no lugar do outro, a falta de respeito e empatia acarreta muita dor e sofrimento.  O preconceito exclui as pessoas. Esta é uma questão cultural e de identidade, que aos poucos precisa se dissipar, a sociedade inferioriza, está também é, a mesma sociedade que deseja igualdade. É preciso saber ouvir e se colocar no lugar do outro. “Saber ouvir é uma arte”, menciona o palestrante. O diálogo é uma prática comunicacional que traz muita satisfação e é uma maneira de incluir e socializar dando a devida importância que cada pessoa possui. Evitar julgamentos, pré-suposições e cultivar a reflexão é a melhor forma de manter um diálogo entre todos democraticamente, enfatiza o professor. Ao final, foram distribuídos os brindes sorteados e todos foram convidados para o terceiro dia de SIPAT.

Kelly Martini – MTb 137.25
Assessora de Imprensa da FATEC