FATEC - Projetos do curso de Pós-Graduação em Medicina Veterinária

Projetos do curso de Pós-Graduação em Medicina Veterinária

Postado em 13/07/2015.

Os projetos desenvolvidos e coordenados pelos professores: Dr. Flávio Desessards De La Côrte e a Drª. Karin Brass, do departamento de Clínica de Grandes Animais, do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria  foram premiados em evento nacional.

Os orientandos Stefano Leite Dau, mestrando e, Gabriele Biavaschi Silva, doutoranda, ambos do Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária foram surpreendidos e receberam com entusiasmo o reconhecimento pela respectiva 2a e 3a colocação dos trabalhos por eles apresentados na área de cirurgia equina, na XVI Conferência Anual da Associação Brasileira de Veterinários de Equinos – ABRAVEQ, em Águas de Lindóia – SP.

Nesse encontro, foram apresentados à comunidade científica mais de 400 trabalhos nas áreas de medicina, cirurgia, reprodução, fisiologia do exercício e relatos de casos clínicos em equinos, desenvolvidos pelas mais renomadas universidades do país. Um grupo de avaliadores internacionais assistiu à apresentação dos trabalhos previamente selecionados com a incumbência de escolher os cinco melhores trabalhos em cada área.

O mestrando Stefano Leite Dau, apresentou o projeto a “Eficácia de um neurolítico a base de cloreto de amônia a 2% na claudicação crônica em equinos: Resultados preliminares”. O aluno conta que a partir de observações realizadas associadas à sugestão de um colega que iniciava a desenvolver uma pesquisa com a mesma temática, e amadurecimento destes estudos, ele percebeu a necessidade de aprofundar os testes de um produto que já estava sendo utilizado no mercado. Criou-se uma parceria na pesquisa entre o Laboratório VETNIL e a UFSM na investigação dos efeitos do produto nos cavalos. Por ocasião da explanação do estudo, a amostra contava com quatro animais, com o objetivo de chegar a dez, até a conclusão da pesquisa. Os animais em questão, são cavalos de uso da Brigada Militar e do Centro Equestre Cavajuretã, ambos de Santa Maria.

O mestrando explica que o neurolítico dessensibiliza uma região do casco do equino, sendo indicado para casos em que o cavalo possui uma lesão incurável no casco. “Desta forma, se melhora a qualidade de vida do animal que pode, em determinados casos, exercer sua função de trabalho ou esporte”, explica Stefano.

O estudo surgiu da percepção da necessidade de mais investigações sobre o tema. Incorporou-se no estudo a avaliação objetiva da claudicação, imparcial, sem a influência da experiência dos avaliadores. O aparelho utilizado para esta avaliação objetiva é o Lameness Locator, tecnologia que permite avaliar a claudicação de forma efetiva através da análise do movimento do cavalo, ao trotar, no momento em que a dor se manifesta. Os dados extraídos e apresentados na Conferência são preliminares, visto que, o estudo está ainda em fase de desenvolvimento do experimento e conclusão. “Ter recebido esse prêmio, nada mais é do que o reconhecimento de um trabalho e incentiva a gente a continuar estudando. O caminho é este”, reitera Stefano.

A doutoranda Gabriele Biavaschi Silva desenvolveu as atividades de sua pesquisa de maneira prodigiosa arrancando admiração da banca avaliadora na apresentação do projeto de “Claudicação experimentalmente induzida por braçadeiras de pressão no casco”. O método explica Gabriele, consiste em simular o uso da ferradura que, se não adequadamente ajustada ao casco do cavalo, pode causar desconforto. O uso da braçadeira de metal para simular esta situação é de rápida reversão por se tratar de um objeto de fácil colocação e remoção. Como não causa lesão no animal, esse modelo pode ser usado no ensino de alunos de graduação e na pesquisa de claudicação em equinos.

Ela salienta ainda que ter recebido tamanho reconhecimento é também, o reflexo do trabalho de toda a equipe. “Como são muitos os envolvidos, estamos todos imbuídos no desenvolvimento da pesquisa. O que é gratificante, é saber que estamos preparados..., fomos capazes de realizar algo de qualidade e crescer juntos. Faz parte do processo, nos motiva a continuar fazendo o que mais gostamos, a observação, a pesquisa”, percebe Gabriele.

O coordenador e orientador dos projetos, prof. Flavio, salientou a importância desses resultados. “Eles não são apenas gratificantes pelo reconhecimento que trazem à Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, são fruto de uma parceria entre a Instituição de ensino superior e a Indústria e respondem aos anseios da sociedade”.

“É importante salientar a participação da FATEC neste processo, dando o apoio fundamental para a captação e a gestão dos recursos de pesquisa, hoje tão difíceis de serem obtidos”, acrescenta o Prof. Flávio. 

“São a UFSM e a FATEC realizando seus respectivos papéis, oportunizando a exploração, a observação e o custeio dos estudos de pesquisa na formação de recursos humanos”.   

Kelly Martini
Assessora de Imprensa da FATEC
MTb 137.25




Ver todas Notícias.

Desenvolvido por Fernando Denardin