FATEC - V SENAFE discute o reconhecimento do outro em situações de tragédia e catástrofes

V SENAFE discute o reconhecimento do outro em situações de tragédia e catástrofes

Postado em 21/09/2015.

ESTE EVENTO CONTA COM O APOIO DA FATEC

O V Seminário Nacional e o I Internacional de Filosofia e Educação: Confluências - SENAFE, com a temática Biopolítica, Barbárie e Educação, promete reflexões sobre a vida, a postura e as ações do homem no mundo em situações trágicas ou catastróficas. Para isso, pretende trazer à discussão de alguns conceitos muito caros a essas realidades, como o de biopolítica, barbárie, a negação do outro decorrente desses fenômenos, percebendo qual o papel da educação nesse cenário.

O Seminário tem como objetivo dar continuidade às discussões filosóficas e a prevenção das problemáticas humanas através de reflexões sobre violência, catástrofes e genocídios. As observações do evento têm o propósito de elencar práticas futuras de mudança de postura e novas ações que transformem o rumo das relações humanas com o meio ambiente e com o outro.

Serão abordados temas como a crescente violência, os genocídios civis, a indiferença com as necessidades do outro, a busca desenfreada pelo consumo, as catástrofes ambientais e principalmente, a passividade ou ausência de ações reais diante da emergente realidade que se abate sobre o ser humano e vida na terra que está em colapso.

 

Diante dos fatos, a maior preocupação, e objeto de estudo, destes pesquisadores será encontrar formas de entender a situação do planeta e do homem que o povoa, considerando a educação como o tema principal. Segundo o professor Amarildo Luiz Trevisan, um dos coordenadores do evento, a educação é uma das forças capazes de transformar e despertar no indivíduo a necessidade de mudança na maneira de perceber essa realidade, transformando, através de escolhas conscientes, a realidade e as situações caóticas. E também, através do intercâmbio de ideias de pesquisadores de diferentes universidades que serão debatidas no evento. Dessa forma, ele acredita que poderá haver contribuições para o redirecionamento do destino humano, que caminha em direção ao abismo, através do consumismo desenfreado, pela promoção da guerra e de genocídios, da subjugação do outro em detrimento aos interesses da exploração, da indiferença com o meio ambiente, da intolerância, da violência de modo geral, da dor e sofrimento que se torna nada diante de tantas inquietações, decorrências que tornam o homem um ser duro na sua essência, acostumado à barbárie praticada pela sua incapacidade de colocar-se no lugar do outro e de enxergar suas verdadeiras necessidades.

Na pauta do Seminário, estará também a discussão da tragédia da Boate Kiss, ocorrida em janeiro de 2013, que vitimou 242 jovens, em Santa Maria, e que trouxe comoção e indignação, mas que continua ainda sem ações efetivas que impeçam a repetição de tais acontecimentos.

O professor Amarildo salienta que as universidades não podem fugir à discussão desses acontecimentos, e que depende do desenvolvimento da consciência despertada na academia e que cada um, a seu tempo, será capaz de dar a sua contribuição. “Que tipo de ser humano estaremos formando se virarmos as costas, para problemáticas tão preocupantes?” – ele pergunta.

O Seminário em sua quinta edição nacional, e primeira internacional, reúne os apontamentos e falas a respeito de possíveis caminhos de como prevenir tais ocorrências e também como expressar a dor do outro na sua dignidade.

Após as explanações, o resultado está editado um livro sobre as conferências e palestras apresentadas, bem como a divulgação dos trabalhos e pesquisas, que, até o momento, somam 103 trabalhos completos inscritos provindos de várias universidades do Brasil e do mundo.

O evento ocorrerá entre os dias 18 e 20 novembro de 2015, no auditório do Centro de Ciências Rurais – CCR/UFSM, e junto está imbuída do projeto, a comissão executiva composta ainda pelos professores Drs. Noeli Dutra Rossatto e Elisete Medianeira Tomazetti.

O projeto do evento está a cargo do Programa de Pós-Graduação em Educação, contando com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Direção do Centro de Educação, Gabinete do Reitor da UFSM/RS e da Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência – FATEC, que apoia e fomenta todas as etapas de desenvolvimento do mesmo.

Assessora de Imprensa da FATEC

Kelly Martini

MTb 137.25




Ver todas Notícias.

Desenvolvido por Fernando Denardin